Olhe para o céu!

Desta vez não tem desculpa. Ficam todos antecipadamente avisados dos eventos astronômicos mais relevantes do ano de 2013. Vale a pena dedicar alguns momentos de alguns dias do ano para deixar de ver fotos fofinhas ou bizarras no Facebook e olhar para o alto.

Dividi os eventos em três: eclipses (um deles, muito especial, poderá ser visto a partir do nordeste brasileiro), chuvas de meteoros (melhor avistadas pelos privilegiados que moram longe das grandes cidades repletas de poluição luminosa) e configurações planetárias especialmente bonitas.

Vamos à lista. Prepare a agenda:

ECLIPSES

Preparados? Em 2013, aqueles que estiverem no Nordeste do Brasil poderão sambar ao som remix de Total Eclipse of the Heart. Dois eclipses solares e três lunares ocorrerão, e um dos solares será visível em algumas cidades do nosso país.

No dia 10 de maio, ocorrerá um eclipse anular do Sol (ou seja: um anel solar pode ser visto contornando a Lua), visível apenas para aqueles que estiverem no norte da Austrália, no leste da Papua Nova-Guiné, Ilhas Salomão e Ilhas Gilbert. Ou seja: no Oceano Pacífico.  Este eclipse será parcialmente visto por habitantes de outras regiões da Austrália, Indonésia, Oceania. Se você estiver naufragando no meio do Oceano Pacífico, terá uma linda visão do eclipse!

No dia 3 de novembro, ocorrerá um eclipse solar híbrido (é visto como total em alguns lugares e parcial em outros). Trata-se do mais interessante eclipse de 2013, apesar de bem rápido: no Oceano Atlântico, durará 1 minutos e 39 segundos. E é este eclipse que mais interessa aos brasileiros, pois será visível no Nordeste (ainda que só um pedacinho). Também será visível no leste da América do Norte, no sul europeu e no centro-leste da África. Na imagem a seguir, é possível ver por onde a sombra do eclipse passará, e em qual horário, além da duração. O dia 3 de novembro cai num domingo, então não ouse perder porque dormiu! Corra para a praia e não esqueça dos seguintes cuidados:

1. Óculos escuros não protegem os olhos o suficiente para assistir a um eclipse por muito tempo;

2. Filmes fotográficos não bloqueiam todas as radiações presentes na luz solar. A pupila se dilata e absorve mais radiação ultravioleta e infravermelha;

3. Então, não seja maluco e, se quiser olhar para o eclipse, faça-o por não mais do que DEZ segundos, usando filtros (não são totalmente eficientes, mas tudo bem por um curto tempo). Vou repetir: DEZ segundos. Depois você entra no youtube e vê o fenômeno inteiro.

SolarEclipse2013Nov03H

Once upon a time, I was falling in love
But now, I’m only falling apart
There’s nothing I can do
A total eclipse of the heart

Os eclipses lunares ocorrerão nos seguintes dias:

25 de abril – parcial e visível na África, Ásia e Austrália.

25 de maio – esqueçam este. Sua magnitude penumbral é de 0,01. Será praticamente imperceptível.

18 de outubro – igualmente penumbral, mas com magnitude maior: 0,76. Será visto a partir das Américas, mas apenas o fim do fenômeno será visível. Não esperem um grande espetáculo.

CHUVAS DE METEOROS

Não se engane. A maioria das chuvas de meteoros é anunciada pela mídia com estardalhaço, e o leitor incauto pensa que verá uma espécie de explosão de fogos de Copacabana no Reveillon. Não. Várias coisas atrapalham a observação dos meteoros: Lua muito brilhante e luzes artificiais das cidades, por exemplo.

21 de abril – chuva de Meteoros Lyrid, visíveis no mundo todo. Chegam a ser observados 20 meteoros por hora, e se você mora num lugar com pouca iluminação artificial, poderá vislumbrar um rastro luminoso cortando o céu. Por conta da Lua minguante, a visualização não será tão boa, a não ser que você concentre sua atenção nas duas horas que antecedem o nascer do Sol (a Lua terá se posto, proporcionando uma breve “janela” de céu escuro).

5 e 6 de maio – chuva de Meteoros Eta-Aquarídeos. Dica: vá para longe da cidade e olhe para o leste depois da meia-noite. Sorria.

28 e 29 de julho – chuva de Meteoros Aquarídeos. Melhor visualização: olhe para o leste depois da meia-noite. Espere por algo em torno de 20 meteoros por hora.

12, 13 e 14 de agosto – chuva de Perseidas. Vale a pena investir para observar esta “chuva”, já que podemos esperar algo em torno de 60 meteoros por hora! Vá para um lugar pouco iluminado, e olhe para o nordeste depois da meia-noite. Você vai sair querendo estudar Astronomia!

21 e 22 de outubro – chuva de Orionídeos. Produz algo em torno de 20 meteoros por hora, mas a luz da Lua será um problema. Olhe para o leste depois da meia-noite, num lugar bem longe das luzes das cidades.

17 e 18 de novembro – chuva de Leonídeos. Produz algo em torno de 40 meteoros por hora. O problema este ano será a Lua Cheia, que atrapalhará a visualização mesmo que você more no deserto do Atacama.

13, 14 e 15 de dezembro – chuva de Geminídeos. Outro deslumbre: visualizam-se cerca de 60 meteoros por hora! A luz da Lua vai atrapalhar a visualização, mas você pode correr para bem longe das cidades e olhar para a Constelação do Leão depois da meia-noite.

OUTROS EVENTOS

28 de abril – Máxima aproximação de Saturno. O momento no qual o Senhor dos Anéis estará mais próximo da Terra. Tem um telescópio e quer ver este planeta mais nítido? A hora é essa.

28 de maio – conjunção magnífica entre Vênus e Júpiter, com separação de apenas um grau. Mercúrio também estará próximo. Um dos pôres-do-Sol mais bonitos de 2013. Torça para a meteorologia ajudar. Organize um happy hour num lugar romântico e impressione o ser amado explicando que aquelas estrelas lindíssimas são, na verdade, dois planetas. Ou melhor: não corte o clima com detalhes técnicos (a não ser que o ser amado seja nerd ou sócio da MENSA).

27 de agosto – tem telescópio? Aproveite a máxima aproximação de Netuno para observar o planeta. Ele surgirá como uma bolinha azul aos seus olhos.

3 de outubro – tem telescópio? Aproveite a máxima aproximação de Urano para observá-lo. Ele aparecerá como um pequeno ponto azul-esverdeado.

Curtiu? Então me dê uma forcinha: estou participando do concurso Axe Apollo Space Academy, que enviará um brasileiro para treinamento astronáutico no Space Camp da Flórida. Por enquanto estou em primeiro lugar, mas preciso do seu voto para me manter nesta posição até abril! Para votar, acesse o seguinte link:

https://www2.axeapollo.com/pt_BR/51418/alexey-dodsworth-magnavita/

Obrigado!

5 pensamentos sobre “Olhe para o céu!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s